Brad Keselowski vence a segunda no ano na Monster Energey Nascar Cup Series

Depois de cinco corridas e cinco vitoriosos diferentes em 2017 na Monster Energy Nascar Cup Series, Brad Keselowski colocou fim a sequência de vencedores inéditos neste domingo em Martinsville e venceu a segunda dele no ano. Ele andou forte desde o início da corrida, mas no fim teve que brigar duro contra Kyle Busch pela liderança da prova e depois de várias alternâncias de posições, o piloto da Penske conseguiu se sobressair para vencer. Segue abaixo o relato da etapa.

Na largada Kyle Larson manteve a ponta seguido de Brad Keselowski que pulou bem de quarto para segundo. Quem avançou bem nos primeiros giros foi Jamie McMurray, que depois de algumas voltas passou Keselowski para ocupar a segunda colocação e garantindo assim a dobradinha da Ganassi na frente. Na 25, no entanto, Keselowski passou os dois para assumir a liderança da corrida. McMurray ainda perdeu a posição para Martin Truex Jr. e Joey Logano e foi parar em quinto. Larson seguiu o mesmo caminho e despencou na tabela.

Logano passou Truex Jr. pela segunda colocação na 41 e daí foi a vez da Penske fazer 1-2 na corrida. Na 69 Ricky Stenhouse Jr. rodou depois de um toque de Paul Menard e a primeira amarela da corrida foi acionada. Os pilotos pararam nos pits e Keselowski voltou na ponta seguido de Logano. Os dois, porém, foram punidos e tiveram que relargar do fim do pelotão. Bandeira verde novamente na 76 e Martin Truex Jr sustentou a liderança seguido de Denny Hamlin e Chase Elliott. Kevin Harvick passou o #24 duas voltas depois.

Na 78 Hamlin deixou Truex Jr. para trás para liderar a corrida. Com 30 voltas para o fim do segmento Kyle Busch também passou por Truex e daí foi a vez da dobradinha da Gibbs. Jamie McMurray, que estava com o pneu raspando a carenagem depois de um toque de Jimmie Johnson, insistiu em ficar na pista e o pneu estourou. Ele rodou e o safety-car foi mais uma vez acionado. Mais uma rodada de parada nos boxes e Denny Hamlin voltou na ponta. Martin Truex Jr, Jimmie Johnson e Brad Keselowski ficaram na pista.

Os pilotos voltaram a ação com 13 voltas para o fim do segmento e Martin Truex Jr. permaneceu na frente seguido de Jimmie Johnson e Keselowski. O piloto da Penske passou o da Hendrick pelo segundo posto depois de duas voltas e Denny Hamlin foi junto. Na 112 Dale Earnhardt Jr. tocou em Ryan Blaney e acabou rodando, causando nova amarela. Mais uma sessão de pitstops para os pilotos do pelotão intermediário. Relargada na 117 e Truex Jr. continuou em primeiro, não foi mais superado e venceu o segmento.

Houve novamente uma divisão de estratégias. Kyle Busch e Chase Elliott ficaram na pista e os demais pilotos pararam nos pits. A disputa retomou na 142 e Kyle Busch prosseguiu no comando. Três voltas depois, no entanto, Chase Elliott assumiu a ponta. Alguns giros depois Buschinho deu o troco e voltou para primeira colocação. Numa disputa entre Keselowski e Logano, o #22 acabou levando a pior e teve um pneu furado e teve que entrar nos pits. Kyle Busch vinha com tudo para vencer o segmento, mas na última curva tomou um bump de Stenhouse, que não queria ficar uma volta atrás. Com isto Chase Elliott passou o #18 e venceu.

Os pilotos pararam nos pits e Chase Elliott voltou na ponta com Kyle Busch em segundo. O safety-car deixou a pista na 274 e Kyle Busch pulou para frente. Cinco voltas depois outra amarela foi acionada por detritos. Os ponteiros ficaram na pista e alguns pilotos de pelotão intermediário pararam nos pits. A prova recomeçou na 215 e Kyle Busch manteve a ponta e atrás dele Keselowski atacava Chase Elliott pelo segundo posto. A prova amarrou e depois de alguns giros Austin Dillon tocou em Erik Jones e rodou. Atrás dele Kurt Busch tirou o pé e foi acertado por Daniel Suarez. Nova amarela.

Bandeira verde novamente na 294 e Kyle Busch sustentou a liderança seguido de Brad Keselowski. E outra amarela foi provocada por problemas com Kurt Busch que bateu no muro e deixou detritos na pista. Os pilotos voltaram a ação na 302 e Kyle Busch permaneceu na frente. Um pouco mais atrás Ryan Blaney ficou lento e teve que parar nos pits com o pneu raspando a carenagem depois de um toque. Na 308 Gray Gaulding rodou e o safety-car voltou. Os ponteiros permaneceram na pista e os pilotos do pelotão intermediário pararam.

Relargada na 315 e Kyle Busch continuou em primeiro com Keselowski em segundo. Outra amarela poucas voltas depois devido a um pneu furado de Reed Sorenson. Daí os pilotos pararam todos nos pits e Kyle Busch voltou na ponta seguido de Keselowski e Chase Elliott. Denny Hamlin ficou na pista, mas foi rapidamente superado por Kyle Busch no recomeço. Amarela novamente na 392 depois que Jeffrey Earnhardt bateu no muro. Nova parada nos pits e Kyle Busch voltou na ponta seguido de Chase Elliott.

Trevor Bayne, Aric Almirola e Dale Earnhardt Jr. foram punidos por velocidade nos pits. O safety-car deixou a pista na 399 e Kyle Busch se sustentou na frente seguido de Keselowski que superou Chase Elliott. Na 405 Keselowski assumiu a liderança da corrida. Daí Matt DiBenedetto perdeu o carro, bateu no muro e causou outra amarela. A prova recomeçou na 414 e Kyle Busch partiu para cima de Keselowski e retomou a ponta. Mas lá atrás um acidente envolvendo Denny Hamlin, Danica Patrick, Dale Earnhardt Jr e Aric Almirola causou outra amarela.

Bandeira verde novamente na 426 e Kyle Busch sustentou a liderança. Mas no giro seguinte Keselowski passou novamente por ele. Martin Truex Jr. rodou depois de um toque de Clint Bowyer e causou outra paralisação na corrida. Os pilotos voltaram a ação na 437 e Keselowski permaneceu na frente e Kyle Busch era atacado por Austin Dillon pelo segundo posto. Na 443 Kyle Busch deu o troco em Keselowski e voltou ao comando da corrida. A briga entre eles seguiu quente e na 457 o piloto da Penske voltou a liderança. Daí para frente não houve mais mudança e Keselowski venceu.

Segue abaixo o resultado final da corrida:

1 2 Brad Keselowski 500
2 18 Kyle Busch 500
3 24 Chase Elliott 500
4 22 Joey Logano 500
5 3 Austin Dillon 500
6 47 AJ Allmendinger 500
7 14 Clint Bowyer 500
8 31 Ryan Newman 500
9 20 Matt Kenseth 500
10 17 Ricky Stenhouse Jr 500
11 37 Chris Buescher 500
12 77 Erik Jones 500
13 6 Trevor Bayne 500
14 5 Kasey Kahne 500
15 48 Jimmie Johnson 500
16 78 Martin Truex Jr 500
17 42 Kyle Larson 500
18 43 Aric Almirola 500
19 27 Paul Menard 500
20 4 Kevin Harvick 500
21 72 Cole Whitt 499
22 13 Ty Dillon 499
23 10 Danica Patrick 499
24 38 David Ragan 498
25 21 Ryan Blaney 498
26 95 Michael McDowell 497
27 34 Landon Cassill 497
28 83 Corey Lajoie 496
29 23 Gray Gaulding 495
30 11 Denny Hamlin 493
31 15 Reed Sorenson 492
32 19 Daniel Suarez 489
33 51 Timmy Hill 486
34 88 Dale Earnhardt Jr 418
35 32 Matt DiBenedetto 401
36 33 Jeffrey Earnhardt 385
37 41 Kurt Busch 295
38 1 Jamie McMurray 105
the author

Thiago Raposo é um fanático por automobilismo como um todo.

1 Readers Commented

Join discussion
  1. Fabio Santos on 03/04/2017

    pra variar, muito bom resumo.

    teve o momento do JJ bloquando o AJ durante muitas voltas.

HAVE SOMETHING TO SAY?