William Byron vence pela primeira vez na Nascar XFinity Series

Enfim, depois de 14 corridas na temporada, William Byron chegou a primeira vitória na Nascar XFinity Series. Ele andou o tempo todo entre os primeiros colocados, mas acabou também contando com a sorte. Primeiro com Christopher Bell, piloto que vinha dominando a corrida, ter sido envolvido num acidente. Depois por ter arriscado uma estratégia diferente dos rivais na parte final e ter dado certo. Com pneus mais gastos ele teve que segurar a pressão de Ryan Sieg no fim, o que fez com muita competência e venceu.

Na largada Christopher Bell manteve a ponta seguido de Kyle Benjamin e William Byron, que pulou bem de sexto para terceiro. Na 24 Dexter Bean acabou rodando na pista e causou a primeira amarela da corrida. Os pilotos relargaram na 31 e Bell sustentou a liderança seguido de Sam Hornish Jr. que assumiu a vice-liderança. Daí até o fim do segmento não houve mais mudança no primeiro posto e Christopher Bell venceu seguido de Hornish e Byron. Os pilotos foram para os pits e William Byron voltou na ponta.

Os pilotos voltaram a ação na 68 com Byron segurando o primeiro posto e Justin Allgaier em segundo. Na 77 Sam Hornish perdeu o carro e bateu no muro levando o safety-car de volta a pista. Na 85 a bandeira verde foi novamente acionada e Allgaier pulou para frente seguido de Byron e Elliott Sadler. Com oito voltas para o fim Kyle Benjamin perdeu o carro, rodou e acertou Ty Majeski e causaram nova amarela. Relargada com duas voltas para o final e Brendan Gaugham assumiu a ponta ficando na pista na amarela e venceu o segmento.

Na 129 o último segmento começou com William Byron e primeiro e Christopher Bell em segundo. Na 143 Majeski bateu no muro e causou nova paralisação na corrida. Verde na 152 e Bell pulou para frente seguido de Allgaier. Byron acabou caindo para a quinta colocação. Daí foi a vez de Spencer Gallagher rodou e chamou outra amarela. Com 82 para o fim a prova recomeçou e Bell seguiu na liderança seguido de Elliott Sadler. Com 36 para o fim os pilotos começaram a entrar em verde nos pits para reabastecimento.

Daí Brennan Poole e Chad Reed se estranharam na pista e Bell, que estava passando pelos dois, recebeu o toque e rodou causando outra amarela. Byron, que ainda não havia parado, decidiu ficar na pista economizando. Na verde Byron seguiu na frente, mesmo com os pneus usados. Com 17 para o fim Reed, novamente, teve problemas. Bateu no muro e levou o safety-car a pista. Os pilotos voltaram a ação com 10 para o fim e Byron seguiu na frente pressionado por Ryan Sieg. Daí para frente não houve mudança e Byron venceu a corrida.

the author

Thiago Raposo é um fanático por automobilismo como um todo.

No comments yet.

HAVE SOMETHING TO SAY?