Denny Hamlin vence em Darlington com drama no fim

A penúltima etapa da fase de classificação da Monster Energy Nascar Cup Series foi realizada neste final de semana em Darlington. E Denny Hamlin foi o grande vencedor. Ele já havia vencido na Nascar XFinity Series no sábado e varreu o fim de semana no oval ao levar também na Cup. Mas foi dramático, pois o piloto do carro #11 da Gibbs errou a entrada dos boxes no último pitstop, teve que dar uma volta a mais no oval depois de perder o ritmo. No fim ele teve que brigar contra Martin Truex Jr, mas o piloto do #78 acabou batendo no muro e a vitóra caiu no colo de Hamlin. Segue abaixo o relato da prova:

Na largada Kevin Harvick manteve a ponta seguido de Martin Truex Jr. Atrás deles Kyle Larson superou Kyle Busch pelo terceiro posto, mas na quarta volta o piloto do #18 deu o troco. Ryan Blaney tocou no muro na volta cinco e teve que parar nos pits. Na 14 a primeira amarela foi acionada depois que Trevor Bayne bateu no muro e AJ Allmendinger, que vinha atrás, rodou tentando evitar o choque. Os ponteiros pararam nos pits e Kyle Busch, que só trocou dois pneus, voltou na ponta seguido de Kyle Larson. Clint Bowyer teve problemas durante a amarela e foi rebocado para os pits. Bandeira verde novamente na 22 e Larson passou por Buschinho e assumiu a liderança. Na volta 40 a amarela foi novamente acionada depois que Ricky Stenhouse Jr perdeu o carro e bateu no muro. Lá foram os ponteiros novamente para os pits e Larson voltou na frente seguido de Truex e Kyle Busch.

Os pilotos voltaram a ação na 46 e Larson permaneceu na frente seguido de Truex. Kevin Harvick começou a ganhar posições na pista e depois de alguns giros já estava em segundo. Na parte final do segmento Martin Truex Jr. voltou a crescer, deu o troco em Harvick e voltou para segundo. Ele foi então para cima de Larson e na última volta colocou de lado para vencer mais um segmento na temporada, o 16° dele no ano. Lá foram os pilotos para os pits e Larson voltou na frente. Relargada na 108 e Larson continuou em primeiro seguido de Truex e Denny Hamlin. Na 125 Daniel Suarez bateu no muro e o safety-car voltou a pista. Os pilotos voltaram aos pits e Larson voltou em primeiro seguido de Truex, Hamlin e Erik Jones. A disputa retomou na 131 e Larson prosseguiu no comando seguido de Truex.

Na 148 Truex assumiu a liderança da corrida. Na 156 AJ Allmendinger rodou, levou junto Cody Ware e Matt DiBenedetto e nova amarela foi acionada. Lá foram novamente os pilotos para os pits e Hamlin voltou na frente depois de ter trocado apenas dois pneus seguido de Truex, Larson, Harvick e Keselowski. O safety-car deixou a pista na 161 e Hamlin se sustentou na frente, mas na 179 ele foi superado por Truex Jr. Com três voltas para o fim do segmento Gray Gaulding rodou e causou uma amarela e com isto Truex Jr. venceu mais um segmento. A prova recomeçou na 204 e Hamlin manteve a ponta. Porém, três voltas depois, David Ragan rodou e a prova foi novamente paralisada. Alguns pilotos foram para os pits como Jimmie Johnson. Bandeira verde novamente na 211 e Hamlin sustentou a liderança seguido de Kyle Busch e Brad Keselowski.

Na 250 os pilotos começaram a parar nos pits em bandeira verde. A amarela foi acionadas poucos giros depois devido a detritos na pista. Os pilotos voltaram a ação na 266 e Hamlin permaneceu na frente e atrás dele Kyle Busch e Truex brigavam pela segunda colocação. Mas os dois foram superados por Kurt Busch que foi atrás de Hamlin brigar pela liderança. O fôlego do Buschão acabou na 294 e ele perdeu o segundo posto para Truex Jr. Na 300 os pilotos começaram a parar novamente nos pits em verde. Na 314 Hamlin foi procurar os pits, mas errou a entrada e teve que dar uma volta a mais, perdeu muito tempo e várias posições. E com isto Kyle Busch assumiu a ponta e parou no giro seguinte e desta forma Buschão assumiu o controle. Poucos giros depois, no entanto, ele foi superado por Truex Jr.

Com 33 para o fim Keselowski e Kenseth voltaram aos pits. Chase Elliott e Dale Earnhardt Jr também pararam. Com 15 para o fim foi a vez de Logano parar. Na parte final Hamlin foi para cima de Truex brigar pela vitória. Com três para o fim Truex raspou o muro e com isto o #11 se aproximou mais. Daí o #78 bateu novamente e teve que se arrastar para os pits. Hamlin assumiu a ponta seguido de Kyle Busch. Daí para frente não houve mais mudanças e Hamlin garantiu a vitória, a segunda dele na temporada.

the author

Thiago Raposo é um fanático por automobilismo como um todo.

No comments yet.

HAVE SOMETHING TO SAY?