Kyle Larson vence no fim da fase de classificação da Monster Energy Nascar Cup Series

Richmond marcou o fim da fase de classificação para os Playoffs da Monster Energy Nascar Cup Series. Os 16 pilotos que brigarão pelo título nas próximas 10 etapas foram definidos. E com o primeiro lugar Kyle Larson terminou empatado com Martin Truex Jr com quatro vitórias cada. O piloto do #78, no entanto, foi o líder da tabela e ainda venceu uma quantidade enorme de segmentos no decorrer do ano, o que o coloca numa situação muito favorável no início dos Playtoffs. Além dos dois, os outros 14 classificados foram: Kyle Busch, Kyle Larson, Kevin Harvick, Denny Hamlin, Brad Keselowski, Chase Elliott, Matt Kenseth, Jamie McMurray, Jimmie Johnson, Clint Bowyer, Ryan Blaney, Kurt Busch, Erik Jones, Austin Dillon e Ryan Newman. Segue abaixo o relato da corrida:

Na largada Matt Kenseth manteve a ponta seguido de Denny Hamlin e atrás deles Kurt Busch e Kyle Larson brigavam duro pela terceira colocação e após três voltas lado a lado o piloto da Ganassi levou a melhor. Martin Truex Jr, que largou em quinto, começou a avançar no decorrer do estágio e na volta 30 já estava em segundo. Landon Cassill bateu no muro na 35 e causou a primeira amarela da corrida. Os pilotos pararam nos pits e Kenseth voltou na ponta seguido e Kurt Busch e Truex Jr. Bandeira verde novamente na 41 e Kenseth sustentou a liderança seguido de Truex Jr e Kyle Busch. Kurt caiu de segundo para quinto.

Na 88 a segunda amarela foi acionada depois que Kenseth soltou fumaça do carro. Nova rodada de pitstop e Kenseth voltou na ponta. Ryan Newman foi punido. Brad Keselowski ficou na pista para liderar. Os pilotos voltaram a ação na 92 e Kyle Busch pulou para a frente com os pneus novos seguido de Larson. Daí para frente não houve mais mudança e o #18 venceu o segmento. Kyle Busch voltou em primeiro depois das paradas. Relargada na 108 e Kyle Busch continuou em primeiro, mas duas voltas depois foi superado por Larson. Na 127 Larson tomou o troco do #18 e perdeu também a posição para Matt Kenseth. Alguns giros depois Truex Jr também passou por Larson e foi pra cima de Kenseth brigar pela vice-liderança.

Na 147 ele passou pelo #20 e foi a caça de Kyle Busch. Na 154 ele assumiu a liderança e Kenseth foi junto, jogando Kyle Busch para terceiro. Não houve mudanças daí para frente entre os ponteiros e Martin Truex Jr venceu o segmento, mais um na temporada. Pilotos aos pits e Truex voltou na frente seguido de Kenseth e Logano. A disputa retomou na 210 e Truex prosseguiu no comando seguido de Larson e Erik Jones. Na 256 Danica Patrick rodou depois de tocada por Austin Dillon e causou mais uma amarela. Os pilotos pararam nos pits e Larson voltou na ponta. Um caminhão de serviço causou o maio problema na entrada dos pits e Kenseth bateu em Bowyer e perdeu tempo nos pits fazendo reparos.

O safety-car deixou a pista na 263 e Larson se sustentou na frente seguido de Kurt Busch e Brad Keselowski. Matt Kenseth teve que abandonar. Na 313 os pilotos começaram a parar nos pits em bandeira verde e Harvick puxou a fila. Vários pilotos pararam na sequência, mas Dale Earnhardt Jr, Brad Keselowski e mais alguns ficaram na pista. Truex, no entanto, com pneus mais rápido foi busca-los no braço para recuperar a liderança. Com três voltas para o fim Derrike Cope bateu no muro, causou uma amarela e levou a corrida para a prorrogação. Os ponteiros pararam nos pits e Larson voltou na ponta. Kyle Larson manteve a ponta na largada e partiu para a vitória. Hamlin tocou em Truex que bateu no muro e a corrida terminou em amarela.

the author

Thiago Raposo é um fanático por automobilismo como um todo.

No comments yet.

HAVE SOMETHING TO SAY?