Os dez anos da Stewart-Haas Racing na Nascar

A temporada que se iniciará no próximo mês de Fevereiro será a décima da equipe Stewart-Haas Racing na Nascar. O bicampeão Tony Stewart, então piloto da Joey Gibbs Racing, deixou o time em 2009 e juntou forças com Gene Haas para montar o próprio time. Inicialmente corriam com os motores Chevrolet, mas em 2017 mudaram para a Ford.

Podemos dizer neste curto período de vida que é um time de sucesso. Em uma década fizeram dois pilotos campeões: o próprio “Smoke” em 2011 depois de um duelo sensacional contra Carl Edwards e Kevin Harvick em 2014, num ano em que o piloto do carro #4 brilhou nas pistas. De quebra venceram a Daytona 500 em 2017 com Kurt Busch.

E o time deve crescer ainda mais a partir de 2018, pois de certa forma conseguiu se livrar de dois “pesos” mortos que vinham carregando deste sua criação. O próprio Tony Stewart, que já não vinha rendendo bem nos últimos cinco anos, mas que se aposentou ao fim de 2016 e cedeu lugar a Clint Bowyer e Danica Patrick, que não conseguiu mostrar a que veio em todo o período em que correu na Nascar e será substituída por Aric Almirola. Desta forma o potencial do time aumenta substancialmente. Além dos dois, Harvick e Kurt Busch seguem na equipe.

the author

Thiago Raposo é um fanático por automobilismo como um todo.

No comments yet.

HAVE SOMETHING TO SAY?